Jardins ou Hortas Verticais - Como escolher?

Uma tendência em grande crescimento, estes jardins instalados na vertical podem assumir muitas formas e feitios. Qual será que se adequa às nossas necessidades?

A primeira questão que devemos sempre colocar será qual o propósito da instalação pretendida.
Se for o caso do objectivo ser principalmente a produção alimentar, então a melhor solução é claramente um jardim hidroponico puro, pois vamos querer o sistema mais eficaz possível que consequentemente é o mais produtivo. Poderemos recordar o exemplo da horta hidroponica vertical Ecocenter. Para nós, esta é sem dúvida a melhor maneira de aproveitar uma parede vazia.

Ainda assim existem outras soluções, igualmente válidas mas não tão produtivas. Por vezes o cliente poderá querer um jardim com um carácter mais decorativo. com plantas de interior que por serem menos exigentes, tornam possível a instalação de um jardim com substrato suportado por uma manta geotextil. Este jardim poderá também ter um nível de automação muito inferior ou nulo, pois o substrato permite regas muito mais espaçadas que no limite até poderão ser feitas manualmente. Um jardim com substrato também tem um maior limite de resistência em caso de falha mecânica ou humana.

jardim vertical interior    

Podemos então ver o resultado nesta instalação que realizámos de um jardim vertical composto por plantas de interior. O sistema está equipado com uma rega automática, que através de uma bomba, a água é distribuída no topo, escorrendo depois por todas as plantas até voltar ao reservatório. A periodicidade da rega tem obviamente de ser adaptada ao local e ás plantas. Neste caso com uma rega automática de 30 minutos por dia, temos um jardim lindo, saudável, com uma manutenção quase nula e um gasto energético equivalente a 2,5€ por ano.

Um valor bem interessante para uma parede verde, não concordam?

Adicionar comentário
  • Nenhum comentário encontado