Aeroponia

 

Neste sistema as raízes das plantas ficam suspensas e imersas numa câmara de cultivo, onde são aspergidas com uma névoa de solução nutritiva, a intervalos de tempo muito curtos normalmente comandada por um temporizador.

A aspersão da solução de nutrientes deve ser feita por nebulizadores ultrassónicos a uma frequência de aproximadamente 1.6 até 2 milhões de vibrações por segundo (2MHz), a esta frequência a água transforma-se numa espécie de nevoeiro e é absorvida pelas raízes das plantas
Esta técnica leva a oxigenação a outro nível, pois as plantas absorvem água e nutrientes literalmente do ar e é daqui que vem o verdadeiro significado de Aeroponia.

 A sua grande utilidade, é na produção de mudas por enraizamento de estacas (clones) e brotos comestíveis.

O sistema aeropónico é muito susceptível às falhas de energia elétrica e falhas nas bombas. Quando houver interrupção de energia, ou falhas nas bombas, as raízes das plantas podem secar rapidamente com possiveis perdas totais.