Sistemas Hidroponicos

Os Sistemas hidroponicos automatizados podem ser divididos em dois grupos básicos, os Sistemas Passivos e os Sistemas Ativos.

Na maior parte dos sistemas passivos, a solução nutritiva permanece estática e é conduzida às raízes das plantas, geralmente por capilaridade ou sistema de pavio. Isto consegue-se utilizando um meio de cultura de alto poder capilar, geralmente alimentado por um pavio, como aquele utilizado em lamparinas ou lâmpadas de óleo ou um básico fio de esfregona. Dentro dos sistemas passivos temos ainda os que utilizam sistemas de rega automáticos sem recorrer a electricidade como os que regam por acção da gravidade. 

Todos os Sistemas Ativos, de uma forma ou de outra, necessitam da circulação da solução nutritiva através de uma bomba e grande parte deles também utilizam um sistema paralelo para fazer a aeração ou oxigenação da solução nutritiva do depósito. Existem centenas de sistemas hidroponicos, mas qualquer um deles é sempre uma variação de um destes seis ou uma combinação de dois ou mais deles. Nos sistemas ativos deve-se sempre ter em conta a possibilidade de falhas de energia ou das próprias bombas e adaptar o nosso sistema sempre que possível.